terça-feira, 13 de novembro de 2012

Blogger Life 38

Minha câmera voltou da assistência faz uns dias já e, como presente, ganhei uma bateria novinha. (tá vendo que acontece alguma coisa boa?) De julho pra cá eu fiquei de cama quase 2 meses, só fui a um show, no big bands, de bike na sexta, de busu no domingo, participei de uma bicicletada, fui em Gerônimo de bike numa terça e me apaixonei por uma garota mais uma vez, a garota mais linda que já pisou aquela escadaria, mas nem fui lhe falar, pois rolou um stress. Menos mal que na volta peguei uma carona de moto com um brother pra subir a ladeira de Plataforma e quando cheguei em Pericity ainda pudemos degustar um "charro" imenso. Toquei e cantei no ensaio do Terreiro com Flávio e Tuz e pude finalmente ter o gosto do rock nas mãos novamente já que a Honkers não sai do porão.
Minha paciência está no fim. tenho medo de pirar.Cansei de não saber o que fazer, mas pior que isso é que eu cansei de ter que fazer alguma coisa sem nenhuma razão plausível. Nada faz sentido o bastante, nada é tão importante, nada é urgente. Isso pode ser reflexo da velhice prematura batendo e a ranzinzice chegando, mas é fato que eu cansei já faz tempo. Nem consigo mais escrever como antes sobre as coisas belas e sujas da vida ordinária. Me falta amor ao escrever, me falta sentido para criar, falta tudo. Mas eu nunca preciso de nada.
Esse é o penúltimo texto dessa série que eu nm mesmo sei se estou terminando com o fim que pretendia. Queria fazer tipo um diário de 39 anos com todas as questões que me tocassem em 39 postagens escritas numa sentada. Escrever numa sentada já não deu certo, deixei rascunhos de vários textos pra terminar num momento oportuno, mas o que é a minha vida senão um monte de imprevistos? Queria pelo menos terminar com uma boa hsitória, uma boa notícia, algo novo e fascinante, mas não tenho nada e esses 38 textos foram sobre esse nada. Todavia, eu acho que esse exercício me serviu muito para manter a mente ligada em escrever e escrever e escrever.... tenho muito a escrever ainda, muitas histórias mal-contadas aqui no blog, muitas história pra se contar quando nossos filhos estiverem sem sono.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *