quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Tristeza não começo

...E então se deu conta de que jamais estivera tão triste e jamais sorriria novamente. Pode parecer dramático olhando de certa distância, mas a história é bastante conhecida e vivida por milhões todos os anos. Deixamos para trás um grande amor, uma grande oportunidade, nossa última chance de sermos plenamente felizes todos os dias e estamos acostumados com tal destino porque na história de nossa sociedade foi assim que se convencionou, e nossa "razão", escrava de nosso "status", nos convence de que isto é o certo a se fazer, mesmo que lhe custe seu último sorriso.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *