sábado, 10 de agosto de 2013

Sol

Arde em mim sua maldade
E sai detrás das cinzas esquecidas
E me queima com sua voluptuosa vontade
Vou arder cedo ou tarde

Brilha sobre nós sua novidade
Desfilando no tapete azul
E nos encanta sem vaidade
Sem temer a obviedade

Que saia o sol
E ilumine nossas vidas
Outro dia
Mais um dia
Por favor!

(Itacaré - 21/2/12)

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *