segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Não atropele os cães (1992)

Quis voltar
mas não podia
Me deu náuseas e agonia
Essa gente insensível
Deixa um corpo tão visível
Mesmo sendo um animal
Isso é coisa de animal
Agredindo a compaixão
tripa e ossos pelo chão
Uma cena tão horrível
E ninguém quer saber do nível
Do local
Do holocausto
Da frieza
E do susto
Não é justo
Deixar a vida agir assim


(28/06/92)

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *