domingo, 29 de dezembro de 2013

Quando do ódio há noção

Odeio não escrever
Odeio não ter idéias
Odeio não saber o que dizer
Odeio quando preciso de luz
Odeio e odeio

Odeio odiar mentir
Odeio fingir ser importante
Odeio ser esquecido
Odeio não lembrar de nada
Odeio e odeio me importar

Odeio autosabotagem
Odeio odiar alguém
Odeio fugir de mim mesmo
Odeio o ódio a palavra
Odeio mas gosto, e odeio

Odeio odiar o gosto
Odeio o gosto de ervilha
Odeio o gosto de música ruim
Odeio fingir ser diferente
Odeio perceber o ódio

Odeio a ciência da morte
Odeio a matemática da vida

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *