quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Ninguém repara

As mulheres gastam horas no espelho ajeitando seus cabelos dois centímetros para um lado e para outro como se para os homens, ou para qualquer pessoa exceto elas mesmas, alguma diferença fosse notável entre o penteado de segundos atrás e aquele que elas escolheram. Elas, e todos os outros seres de vocabulário, deveriam gastar tanto tempo para escolher as palavras, pois isso faz diferença depois de 2 segundos de escolha. Eu mesmo sou um mestre em mudar de idéia, de linha de raciocínio, de tom de voz e de assunto, de escolher palavras. Normalmente escolho as erradas, mas ruim mesmo é quando eu começo uma coisa e acabo outra, tipo começo no singular e acabo no plural; ou começo comigo e acabo no geral; começo em verso e acabo em prosa, fora todas aquelas vezes que nem mesmo sei onde começa ou termina qualquer coisa, mas ninguém nem mesmo finge que percebe. Parece educação, parece maldade, mas o fato é que ninguém dá muita importância mesmo às coisas mais importantes.
Se no meio das duas horas que você perdido procurando alguma coisa alguém percebesse sua aflição talvez fosse mais rápido pra você, mas 'cê acha que no meio de toda essa agonia de uma cidade alguém repara no aflito? Reparam no mau vestido, no negro e no fétido, talvez na mulher gostosa e nas que estão muito arrumadas, mas fora isso... o mundo é cada um com seus problemas. "Seu vizinho passou duas semanas na reabilitação, você soube?" "E aquela menina que pega ônibus todo dia no mesmo horário? Tá com o pai à beira da morte e hoje mesmo ela pode voltar mais cedo e você não vê-la nunca mais." melhor nem saber certas coisas. Mas não seja egoísta! pois ninguém é independente do seu próximo. A física quântica terminará por explicar isso, mas assim como a maioria das pessoas ninguém está nem aí se o potencial varia de acordo com a inércia, ou a dinâmica, ou temperatura, ou coisa nenhuma que a gente conheça.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *