sexta-feira, 13 de setembro de 2013

O escorregão

Escorreguei no portão
E quase quebrei a mão
Agora nem posso trocar as cordas do violão
E nem posso tocar com uma mão só
Veja só
Se eu estivesse morrido não ia ser pior

Como é que eu vou tocar
Para minha amada má
Que faz charminho só pra não me ouvir tocar?

Agora que eu quebrei
O dedo polegar
Nem mesmo sua orelha eu posso afagar

Nem mesmo a bicicleta eu posso usar pra lhe visitar
Porque com essa mão machucada eu devo mesmo é repousar
Mas não pense que meu escorregão foi vacilação
Eu não tava bebendo, nem mesmo tava doidão

Escorreguei no portão
E quase quebrei a mão
E eu nem posso trocar as cordas do violão
E nem posso tocar com uma mão só
Veja só
Se eu estivesse morrido não ia ser pior

Como é que eu vou tocar
Para minha amada má
Que faz charminho só pra não se balançar?

Agora que eu quebrei
O dedo polegar
Nem mesmo sua orelha eu posso afagar

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *