segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Esqueça quem eu sou e verás verdadeiramente quem tu és

Tem gente que a gente tenta salvar, mas, por mais que façamos, elas acabam se danando a si próprias e nos emputecemos por não ter podido ajudar. Tolice. Ninguém precisa de ajuda, mas de tudo aquilo que não se pode oferecer: vida eterna, amor impossível e dinheiro inacabável. Às vezes, (sempre o "ás vezes") percebo pessoas buscando em mim um caráter que eu não possuo ou tentando me imputar atos inimputáveis, mas, veja bem, eu não sou outro, sou esse daqui e esse mesmo, que lhe ama e lhe quer bem e que um dia vai ficar apenas em sua memória. Mas tenha a decência de lembrar como eu fui de verdade. A gente vai se aperfeiçoando até ficar velho e esquecer de tudo, mas nossa vida não fica no passado nem vai pra lugar nenhum longe de agora. Cada dia é uma evolução, pelo menos para mim. Ah! Você é  esse agora, era outro ontem e ainda será outro amanhã? Ah tá, acho que entendo. Mas vai melhorando e não ficando pior, né?

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *