segunda-feira, 3 de junho de 2013

Quando nada acontece

Todos guardam os mesmos "instintos"  fortes e fracos e os "princípios" são alimentados de acordo com cada vivência. Nada disso pode ser desprezado e o que vemos, as reações a cada coisa,  é sempre inesperada, pois tudo é tão novo e tão incrível que nunca se está preparado. O valor da sua alma, dessa coisa consciente que cada um tem dentro de si, não pode ser medido.
Os homens aprenderam que a competição em todos os níveis é a única forma de sobrevivência. Isso é a evolução. A educação é algo a se construir. Não conseguimos ainda compreender ao próximo e nos atropelamos e agredimos por nenhuma razão que pareça crível. Mas estamos "evoluindo".
Espero que qualquer dia em qualquer lugar não sintamos a tristeza, o ódio, a amargura esbarrando em nós, ou quem sabe um dia eles tombem e se desculpem por nos atingir. Às vezes parecemos completamente inocentes, mas somos homens e o homem carrega em si todo o mal que ele precisa até mesmo para rebater a um mau maior. Sempre haverá pessoas com mais amor pra dar e essas não merecem o mundo que criamos. Mas estamos todos nele.
No entanto existem esses lugares onde a desgraça não consegue se instaurar, pois tudo é de uma harmonia tão perfeita que ainda que se crie o caos ele estará em perfeita ordem caótica. A ressaca, a rebordosa, a saideira, a linda, a louca, a última, todas elas, sem fim, sem censura, sem apegos e sem misericórdia; sem maldade. Quando se encontra um lugar assim não se quer deixar, mas prefira jamais tê-lo conhecido se você não vai ficar por lá o resto da vida.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *