terça-feira, 13 de junho de 2017

Itaberaba

Um café da manhã fora da pousada num lugar chamado “Meu e Seu” atendido por uma gracinha de nome Carine, que depois de Val(Sr. Do Bomfim) e Késia(Jacobina) foi um dos sorrisos mais bonitos das últimas manhãs, perdendo pro de Lourdinha é claro, mas essa daí não conta. A parada lá era coma a vontade por 5 reais e foi show. Mesmo porque na noite anterior eu tinha comido um cuzcuz com ovo salgado pa porra por esse preço e como eu não me arriscaria comer lá de novo fui dar uma volta pela cidade encontrando esse mini-céu.
Chegar em Itaberaba foi meio tenso. Havia me separado dos Jurássicos em Jacobina e já na rodoviária começava a sentir a falta deles, da união do grupo e do cuidado com as bikes. O bagageiro do ônibus era pequeno e o cobrador abriu uma porta na qual mal cabia Marieta deitada e me disse que só tinha ali que era pra eu me virar pra acomodar, então retirei o violão do bagageiro, peguei o elastic e dei uma dobra e uma volta dele dobrado num ferro que havia na parte de cima passando no meio do quadro e prendendo nos ganchos deixando a bike meio inclinada com 3 pontosde apoio: rodas no chão; guidão na parede; quadro no elastic. O cobrador não ajudou em nada e só voltou pra perguntar se podia fechar. Como eu estava cansado e puto com ele apenas lhe disse que podia e subi no ônibus, mas antes de sairmos pedi pra descer e dar mais uma volta no elastic, mas o motorista ligou o motor e se mandou.

Passei a viagem inteira atento aos ruídos na mala que estava sob meus pés, mas aparentemente nada ocorreu até próximo a chegada em Itaberaba quando um barulho de pancada muito forte no ônibus me acordou e eu pensei ter sido Marieta. Foram aproximadamente 10 minutos até chegar a rodoviária nos quais eu me senti completamente fudido. Quando eu vi Marieta inteirinha exatamente como eu a havia prendido senti um alívio tão grande que parecia que eu havia dado uma cagada depois de uma semana de prisão de ventre. Desembarquei, pedi informações e parti pra pousada que era praticamente em frente a rodoviária.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *