domingo, 22 de abril de 2012

Blogger life 14


Últimos ajustes para Guanambi.

Amanhã tô partindo deSSA cidade rumo ao XXII Passeio Ciclístico de Guanambi organizado pelo Rotary Clube da cidade e que é o maior encontro de bicicletistas do Brasil, quiçá da América Latina. Tenho muito o que ajeitar, mas se eu aprendi algo em minha vida foi que não se deve ter ansiedade para nada. Ansioso eu tenho insônia, esqueço detalhes importantes, me preocupo com coisas sem importância. Isso não tem nada a ver com ninguém, talvez, mas a tranquilidade é a única coisa que importa.
A vida está completamente às avessas, mas eu tenho me mantido calmo e sossegado em minha busca pela vida menos ordinária, mesmo sabendo que à minha volta pessoas dão por certa a minha chegada na terra da insanidade. É uma droga isso para elas, mas um dia, quem sabe, eu as ensine algo sobre como ser feliz em meio a um monte de merda. Espero que isso não seja necessário e que cada um encontre sua própria felicidade sem mais se preocupar com a desgraça alheia, mas também tô ligado que existe uma grande diferença entre a opinião geral e meu conceito de felicidade.

Esses dias tava rolando um debate no facebook sobre o uso ou não do capacete por ciclistas. Eu nunca vi ninguém cair da bike de cabeça no chão, mas já vi inúmeros caindo com as mãos, cotovelos, joelhos...
E olhe que eu ando de bicicleta há um tempinho... Uma vez eu mesmo caí de cara no asfalto, tava sem capacete e o boné amorteceu o asfalto em minha testa, fiquei com um galo que não tinha mais tamanho, fora isso ralei metade da cara e do resto do corpo. talvez o capacete evitasse a pancada na testa e minha recuperação fosse mais fácil, mas essa é uma daquelas coisas que fica no reino das possibilidades (aquelas coisa do "se": "se eu estivesse de capacete", "se eu não tivesse bebido vodka", "se eu tivesse freado"...), o que eu sei é que depois disso eu caí novamente outras vezes, e já tinha caído muitas vezes antes, e nunca bati minha cabeça onde quer que fosse em nenhuma outra queda. Tênis, luvas, cotoveleiras e joelheiras são itens básicos de segurança para o ciclista, na minha opinião, o capacete é um item secundário (viajo sem capacete). Não tenho mais nada a acrescentar sobre isso.

Futebol e imbecilidades

Em todos os lugares onde tem homens conversando o assunto Lionel Messi aparece. Parece até uma praga. Messi nunca será maior que Ronaldinho Gaúcho como podem insistir em compará-lo com Neymar? Pelo que eu já vi no futebol acho que o argentino ainda tem muito o que fazer para se tornar grande, mas admito que ele já fez muito para um jogador argentino, fez mais que Maradona fora das copas do mundoe me lembro que em 82 o tal "Craque Argentino Melhor que Pelé" conseguiu ser expulso contra o Brasil. Com 8 anos eu já sabia que ele nunca seria imagina se agora, depois de tudo o que eu vi, eu não tenho condições de falar sobre futebol no meio de um monte de malucos? Se ele sair do Barcelona o time continuará grande favorito a todos os títulos, já ele dependerá da equipe que for jogar ser excelente. Vejo o Cristiano Ronaldo acabando com tudo em Madrid, mas infelizmente é um time contemporâneo ao fantástico time do argentino e nós sabemos como o mundo trata os vices.
Vejo o vitória se vangloriando de ganhar 8 em 10 campeonatos bahianos nas últimas, mas ele nunca chegou a ser um time grande, assim como o vasco da gama. Acho que a mentalidade de sua torcida faz a grandeza de um clube. Torcidas de vândalos não podem ser coisas sérias e quando a torcida aparece mais do que o clube é sempre sinal de coisa ruim, portanto eu nem vou responder ao que um imbecil me falou sobre o São Paulo enfrentar o vicetória em uma possível semi-final de copa do Brasil. Do jeito que esse povo tem a mente derrotista é capaz de perderem os jogos em lances polêmicos só pra poderem passar o resto da vida no terreno das possibilidades que eu falei lá no começo. Aliás, "putatimezinhoazarado" esse vitória: nas duas vezes que podia ser campeão nacional enfrentou na final times extraordinários (aquele palmeiras parmalat e esse santos de Neymar), parece até o real Madrid, só que eles nunca tiveram um craque digno de nota (exceto Dida). Chega de falar de futebol.

Preciso me concentrar pra não esquecer de levar nada nem levar coisa demais.

Desejem-me sorte, eu lhes desejo tudo de bom!

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *