quinta-feira, 15 de março de 2012

Blogger Life 009

Meu cachorro foi atropelado quando minha mãe se descuidou ao abrir o portão para alguém que veio me ver. Graças a deus ele não teve nada além de um arranhão na perna, mas quando Conhaque entrou correndo em meu quarto eu sabia que algo errado tinha acontecido e quando falaram do atropelamento fiquei nervoso. Coisas ruins acontecem mesmo que a gente não saia da cama. Ainda bem que não foi nada, foi o cão que atropelou o carro pelo que eu soube, mas é foda! vi um cara ser atropelado outro dia e agora meu cachorro... sai pra lá, Zica!
Até onde eu sei nunca tive uma gripe que me deixasse tanto tempo de molho. Minha teimosia me impede de ficar em casa de repouso: "se eu não pedalar sou um homem morto". O ideal era que eu saísse pela manhã, bem cedo, pegasse as primeiras horas de sol revitalizante, mas em 2012 eu ainda não consegui acordar cedo e disposto em casa. Meu irmão mais velho me aconselhou um banho de mar toda manhã, mas como eu vou tomar banho de mar nesse estado? Acho que ele é maluco. O que me fortalece é o ar puro e o sol. 
Troquei algumas peças da bike e fiquei sem ela de quarta a sexta. Saí para pedalar por aqui os dias que pude para aliviar a carga negativa, mas tinha ficado sem pedalar 3 dias, o que deve ter me enfraquecido ainda. Fui à Mata próxima ao Hospital do Subúrbio , onde crimes ambientais são banalidades, mas lá eu ainda posso ter um vislumbre de natureza selvagem. Há máquinas e homens trabalhando no entorno do hospital construindo algo para melhorar o escoamento da água da chuva.(espero que não seja esgoto, pois o canal vai direto pra mata)
Na terça-feira da bicicletada de protesto eu fiquei no temporal e dele veio o resfriado, já são 9 dias de tosse e catarro branco. Recebi uma visita no dia seguinte que acabou piorando meu estado, pois eu precisava repousar e acabei abusando. Depois, no sábado, já bem pior, recebi uma outra visita que não queria o meu bem, mas minha mania de ser amigo de pessoas fuleiras não me ajuda. Algumas pessoas eu preciso simplesmente esquecer, mesmo que alguma fraqueza me domine, por mais que elas demonstrem boas intenções, são pessoas que não me fazem me sentir melhor em nada, pelo contrário, só me fazem mais fraco, me desgastam física e psicologicamente. Talvez elas não tenham intenção, mas pessoas carregadas de energia ruim sempre me afetam negativamente. A porrada foi segura, eu estou me segurando.
Assim que eu me recuperar vou aparecer para ver as pessoas que me são caras, em seguida desaparecerei e espero retornar apenas quando nada mais puder me afetar.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *