segunda-feira, 18 de julho de 2011

ora martelo, ora bigorna

às vezes sinto falta de mim... me sinto ausente em minha própria vida. Como eu posso não estar ausente na vida de alguém?
às vezes quero coisas impossíveis... me sinto incapaz de realizar. Como é que alguém vai fazer por mim?
às vezes sou tão ingênuo.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *