terça-feira, 9 de maio de 2017

Abraços mil e beijos infinitos

Vou cantar pra você
Pode ser uma canção de amor ou seja lá o que
Pra te ver feliz ou pra te enlouquecer
Com todo o carinho que puder oferecer
Um brinde, um salve e um eparrê
Vou escrever pra você
Pode ser uma carta de amor ou,
Sei lá, um namastê
Pra te fazer sorrir ou talvez debater
A beleza e a graça de um amanhecer
Em Periperi, Iowa ou Saint-Tropez
E se meu vocabulário não enriquecer
Vou continuar a te escrever
Vou pensar sempre em você
Na alegria que é a gente beber
Uma cervejinha, tequila e o que mais aparecer
Nossa onda de amor jamais vai se perder

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *