terça-feira, 3 de novembro de 2015

Da hora de verão

Os dias já estão curtos ...
Você não precisa adiantar
Nem a si,
nem os relógios
Os dias estão mais curtos
do que nunca.

Você é o mesmo;
O sol não muda;
A idade, beleza, muda.
Os dias ainda tem
as mesmas 24 horas.

Você ainda tem
os mesmos problemas
E os novos problemas
de cada dia novo

Mas se tem que resolver
Por você
O dia não vai se alongar
Talvez à noite
Faça-se maior

Você não precisa de mais sol
De Pessoas de bem
Produzindo o bem
Não sei pra quem

Perde-se um fato importante
Mas versa-se versos inanes

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *