segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Vida de bebedor

Ontem eu cheguei em casa inspirado depois de ver os shows da Vivendo do Ócio em Armação e da banda Aurora e Ras Erick em Periperi na sede do Araketu. Então, bêbado como eu estava, peguei o violão e a câmera para gravar algumas bases e...
Sabe qual foi o resultado disso?
A câmera ficou gravando eu dormindo na cadeira até umas horas. Só consegui terminar de afinar o violão e passar uma música, depois fiquei pensando, pensando, pensando...
Pelo menos de tarde pude ouvir rock de verdade na praia e quase cheguei a ter um orgasmo quando os caras tocaram Raul Seixas O som tava ruim no começo e foi ficando bom até ficar bomzão. De noite era o reggae que ia comandar, mas quando eu cheguei os meninos da Aurora com a voz 'dilíça' da Nanashara me lembraram os velhos tempos da Saída de Emergência. Ainda teve a participação de Andrézinho da saudosa Ativos Resistentes. Pena que quando eu cheguei na sede do Araketu já tava meio bêbo e com o chá e mais 2 cervejas eu não tinha mais condições de ficar em pé e  me saí no começo do show de Ras (foi mal, véi!).
...Aí eu acordei na cadeira com o violão no colo, a tv no mudo e fui pra cama. Agora de manhã vi a câmera aqui me olhando desligada e por mera curiosidade fui olhar em seus 25 minutos de gravação o conteúdo: são 5 minutos afinando o violão 2 minutos tocando alguma coisa que eu ainda não consigo identificar e o restante é apenas a imagem do meu pé esquerdo se balançando no começo e depois completamente imóvel por mais de 10 minutos até que a câmera se desliga.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *