segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Um dia eu vi o mar e achei que era o fim do mundo

Tinha eu 6 anos e não fazia idéia de que aquele lugar onde não havia árvores ou terra ou pessoas passeando poderia ser o berço de toda a vida na terra, tudo o que eu conseguia enxergar era um deserto de água, que eu nem sabia ser salgada. Para mim eu estava frente a frente com o lugar onde a terra acaba e apesar de ter morrido de medo de cair naquele mundo "vazio" achava lindo.
Pensei que se um dia o mundo fosse acabar teria que começar por ali.  Toda aquela água revolta e avassaladora engoliria o mundo e todos desapareceriam. Em minha cabeça infantil ninguém iria morrer afogado, seríamos sugados para uma outra dimensão onde não havia mais o medo da morte. O mar representava a falta de vida.
30 anos depois eu olho para o mar e não consigo pensar em outra coisa senão na vida que ele abriga e nos caminhos que ainda podemos descobrir que nos levará a um futuro cheio de glórias. Vejo o sol indo descansar o dia e vejo as ondas contando o tempo. Vejo o futuro e ele não é tão lindo, mas eu não tenho mais medo.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *