segunda-feira, 21 de junho de 2010

Luis Fabiano é maior que Maradona

O mundo inteiro fala de Maradona, como se ele fosse o maior de todos os tempos depois da popularização das transmissões esportivas na TV, mas se for pra falar de futebol qualquer pessoa no planeta pode ver que ele é apenas um jogador argentino acima da média. Diferentemente de vários jogadores brasileiros, que podem não ser os maiores jogadores num nível nacional, mas se pegar uma ruma de argentino e comparar não vai dar nem pra meio Zico, Dener, Raí, Denílson, Ronaldinho...
O Dieguito jogou quatro copas do mundo e conquistou uma com o único destaque para o jogo contra a Inglaterra, no qual ele fez dois gols, sendo um deles com a ajuda da “mano de dios”. Romário, jogou apenas uma copa e foi decisivos em vários jogos, só por isso Maradona nem poderia amarrar sua chuteira, mas a mídia faz essas merdas com a mente do pobre telespectador influenciável. Infelizmente nem todos foram campeões: Zico, Careca, Sócrates, só pra citar mais alguns, jamais foram campeões do mundo, mas o que fizeram nas copas que disputaram fariam, se fossem argentinos, o mundo falar que Pelé nem existiu.
Saindo do mundo da fantasia e falando de futebol puro e simples no dia 20/06/2010 nós vimos do que um verdadeiro atacante BRASILEIRO é capaz de fazer. Sem firula, sem frescura e sem tirar onda com a cara de ninguém. Luis Fabiano, em seu segundo jogo na sua primeira copa do mundo foi simplesmente FABULOSO. Ele fez o que sabe, fez o que ele foi convocado a fazer, fez exatamente  o que um grande jogador deve fazer: gol. Maradona colocou a mão na bola em um lance de copa do mundo? Beleza! Nosso craque colocou a mão na bola duas vezes na mesma jogada (uma a mais que o argentino), deu dois chapéus (igual a Pelé) e fez dois golaços num jogo difícil, tudo bem que era Costa do Marfim e não uma Inglaterra, mas se for contemporizar esse nosso adversário era muito melhor que aquele adversário dos argentinos(falando em futebol, não em tradição, camisa, essas merdas).
Claro que o Fabuloso ainda não ganhou uma copa, não ganhou nem um Brasileirão, mas observar a arrogância e o salto alto dos argentinos me faz quase ter pena deles numa eventual final, aliás eles não tem nem time pra ir pra copa de 2014 ainda, apenas o Messi, o melhor jogador do mundo em 2009, 2010, que não conseguiu superar um Lúcio na Champios League 2009, nem nos embates da era Dunga. Espero que a seleção hermana cresça e se torne uma grande seleção, como na década de 80. A gente só tem um Luis, que deitou e rolou em Rosário e foi sacrificado na África, com um meio de campo capenga(Kaká) e limitado(Felipe Melo, Elano e Gilberto Silva). É uma pena que a seleção não se faz de apenas um jogador, senão a gente já teria umas 3 estrelas a mais na camisa pelo menos.
Eu sei que um monte de gente vai me chamar de maluco (alguns já chamam), mas os números não mentem. Se Maradona teve uma "mãozinha de Deus" pra se tornar o maior jogador argentino de todos os tempos, o Luis Fabiano teve as duas mãos, mas ainda não é o maior jogador brasileiro de todos os tempos. Se ele fosse argentino seria maior que Pelé, mas, como um bom brasileiro, ser maior que Maradona já basta.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Se chegue

Nome

E-mail *

Mensagem *